22 fevereiro, 2016



1a EDIÇÃO

"Trocando Ideias" volta nesta terça-feira (23/2) para discutir prosa e poesia

Projeto da Associação Cultural Literatura no Brasil será realizado às 19 horas na Sala de Teatro da Cia. Atores InSanos, abrigada na Faculdade Piaget (Av. Mogi das Cruzes, 1.001, Jardim Imperador, em Suzano)

Os escritores da Associação Cultural Literatura no Brasil (ACLB) se reúnem nesta terça-feira (23 de fevereiro) para a primeira edição de 2016 do projeto "Trocando Ideias", que este ano vai focar a discussão em torno dos gêneros prosa e poesia. O debate será abrigado na Sala de Teatro da Cia. Atores InSanos, abrigada na Faculdade Piaget (Av. Mogi das Cruzes, 1.001, Jardim Imperador, em Suzano) e terá início as 19 horas.

A entrada é gratuita e voltada a escritores, vestibulandos, estudantes e todos os interessados que tenham lido a obra de Victor Hugo, "O Último Dia de um Condenado", tema desta edição do projeto. O debate terá como facilitador o escritor e cordelista Francis Gomes, que também é um dos diretores da ACLB e coordenador do projeto.

O "Trocando Ideias" foi idealizado com o objetivo de promover uma discussão crítica em torno de obras da literatura nacional e internacional, de modo a contribuir com o enriquecimento cultural e intelectual de seus participantes. Este ano o projeto será realizado bimestralmente e em suas edições irá intercalar o debate sobre prosa e poesia.

“O objetivo é despertar o gosto pela leitura e promover o contato dos autores com diferentes gêneros literários. Os livros selecionados foram escolhidos por meio de votação e geralmente são títulos abordados em vestibulinhos e vestibulares”, explica Franscis Gomes.

A escolha das obras é feita previamente de forma democrática e vai de clássicos a autores desconhecidos do grande público. Este ano, foram selecionados os seguintes títulos: "Memórias Inventadas", de Manoel de Barros, "A Civilização do Espetáculo", de Vargas Llosa, "Espumas Flutuantes", de Castro Alves, "Miguel e os Demônios", de Lourenco Mutarelli, e "A Comédia de Alissa Blum", de Manoel Herzog.

VICTOR HUGO

Nascido em Besançon, mas criado em Paris, na França, Victor Hugo foi novelista, poeta, dramaturgo, ensaísta, artista, estadista e ativista pelos direitos humanos. Reformista, teve grande atuação política na França, onde sempre lutou por uma democracia liberal e humanitária.  Entre suas obras, está o grande romance histórico “Notre Dame de Paris”, mundialmente conhecido como “O Corcunda de Notre-Dame” (1831).

Em “O Último Dia de um Condenado”, o autor expõe sua visão sobre a pena de morte, a qual descreve como ineficaz e injusta, relatando os horrores de suas consequências. O livro acompanha as seis últimas semanas de um condenado à morte.



                                                                               Gisleine Zarbietti









Nenhum comentário:

Postar um comentário

23/11