26 agosto, 2013

20 agosto, 2013

II Feira Literária - Encontro Estéticas das Periferias

Neste domingo, 25 de agosto a partir das 13h00, a Associação Cultural Literatura no Brasil participará da II Feira Literária do encontro Estéticas das Periferias, no Centro Cultural da Juventude Ruth Cardoso (CCJ).
Os processos criativos das periferias serão o foco das discussões da 3° edição do Encontro Estéticas das Periferias. A idéia é sistematizar o acúmulo de reflexão gerado nos eventos realizados em 2011 e 2012, para produzir um amplo estudo sobre as práticas culturais das bordas da metrópole, a fim de identificar as propostas estéticas que emergem desta cultura.
A programação desta edição foi organizada a partir de quatro eixos curatoriais: Direito à Cidade; Culturas Negras; Cultura de Paz; e Produção e Difusão da Cultura da Periferia. As atividades acontecerão na semana de 27 de agosto a 1 de setembro de 2013. A programação completa está disponível em esteticasdasperiferias.org.br

O quinto elemento do Hip Hop, o conhecimento, está representado pela literatura da periferia, presente na II Feira Literária do CCJ. A feira será voltada para a difusão de publicações e produtos culturais independentes e da periferia. Durante a II Feira Literária haverá um espaço especialmente dedicado ao encontro com autores presentes. Além das conversas haverá doação e arrecadação de livros. Nos vemos lá.





09 agosto, 2013

06 agosto, 2013

Sarau Afro Mix



Neste sábado, 10 de agosto, têm Sarau Afro Mix na Casa das Rosas.
A atividade organizada pelo coletivo Quilombhoje Literatura contará com palestra, apresentação musical, dança afro e a tradicional roda de poemas.
Estarei participando da parte musical junto com a cantora Liah Jhones e o percussionista Cosme Nascimento. Também haverá a dança afro com o bailarino Edinho Pomb Oriba, além da mini-palestra com Panikinho sobre a campanha “Eu pareço suspeito?”.
A roda de poemas, será aberta a quem quiser se apresentar. Tragam seus textos e venham participar com a gente.

Data: 10/08/2013
Horário: 15h00 as 18h00
Local: Casa das Rosas
Endereço: Avenida Paulista, 37 (próximo ao metrô Paraíso e Sesc Paulista)
Realização: Quilombhoje Literatura.

Suzano – Cultura em movimento





Movidos pela indignação, protestamos. Do protesto, nos organizamos. De nossa organização, se fez o movimento, no movimento fizemos história. Realizamos a 1° Conferência Livre de Cultura da Cidade de Suzano.
A Conferência Livre foi organizada pelo Movimento Cultural de Suzano e contou com a presença expressiva dos artistas suzanenses e, também, com o apoio de militantes, gestores culturais e artistas de outras cidades.
Durante a mesa de abertura, os debatedores Tadeu de Souza (Coordenador da Representação Regional São Paulo da Fundação Nacional de Artes), Edmilson Souza (Secretário de Cultura do município de Guarulhos e Secretário Nacional de Cultura do Partido dos Trabalhadores), Luciano Jurcovichi Costa (Coord. De Relações Internacionais do Prefeito Municipal de Osasco), e Osvaldo de Oliveira Neto (Secretário de Cultura de São Bernardo do Campo), discorreram sobre o importante momento vivenciado no Brasil, no qual Governo Federal, Estados e Municípios discutem a implantação do Sistema Nacional de Cultura, ou seja, a sociedade brasileira está discutindo a universalização dos direitos culturais, o que é um avanço para um país onde o acesso aos bens e produtos culturais (materiais e imateriais) ainda é restrito às classes sociais mais abastadas.
O comprometimento dos participantes da Conferência Livre se evidenciou, na presença, permanência, participação, maturidade do debate e, principalmente, na qualidade das propostas apresentadas. Propostas essas que serão levadas à Conferência Intermunicipal de Cultura que ocorrerá no dia 11 de agosto, na cidade de Mogi das Cruzes; momento em que buscaremos garantir a representatividade do município de Suzano na Conferência Nacional de Cultura. As propostas aprovadas pela plenária, também serão encaminhadas ao Conselho Municipal de Cultura, por meio do qual, cobraremos a publicação, publicização e o acompanhamento das propostas referendadas na Conferência Livre.
Durante o desenvolvimento dos trabalhos, para além das divergências políticas, estéticas e conceituais, inerentes aos processos democráticos, prevaleceu o desejo de cidadãos que anseiam pela construção e consolidação da cultura enquanto política pública, portanto, universal, contínua, participativa, diversificada, plural e acessível. O maior ganho desse processo, inacabado, foi à possibilidade de nos aproximarmos, de nos reconhecermos e identificarmos os pontos convergentes que nos fortalecerão nesse processo sociopolítico.
Paralelamente às questões referentes às próximas etapas da Conferência de Cultura, o Movimento Cultural de Suzano continuará debatendo outras pautas de extrema relevância para a cidade, como por exemplo, a reativação imediata do Conselho Municipal de Cultura e a construção participativa do Plano Municipal de Cultura.  Os processos acima citados, são fundamentais para o fortalecimento das instâncias de participação popular, e indispensáveis, para que Suzano possa aderir ao Sistema Nacional de Cultura.
O movimento segue em movimento...


Débora Garcia

Poetisa membro da Associação Cultural Literatura no Brasil.
Membro do Movimento Cultural de Suzano.